Páscoa! Como manter os cuidados com a alimentação das crianças

A Páscoa é neste domingo e com ela os supermercados ficam abarrotados de opções atraentes de ovos de chocolates. Alguns ainda trazem “brinquedinhos” como brinde, o que encanta mais ainda a criançada. Mas como fazer para não colocar em risco a saúde do seu filho e curtir o feriado com equilíbrio?

O chocolate pode sim trazer benefícios: ele é rico em antioxidantes e minerais como magnésio, zinco, potássio. Entretanto para se beneficiar, é preciso consumir em pequenas quantidades, e preferencialmente com o maior teor de cacau possível (pelo menos 50%). Porém, não é recomendado oferecer chocolate para crianças com menos de 2 anos de idade. O chocolate contém alto teor de açúcar, gordura e também leite (desaconselhado para crianças menores de 1 ano, pois as chances de desenvolvimento de intolerância a lactose são maiores).

Mas e o que fazer com as crianças maiores que já conhecem bem o chocolate? Lembre-as que a Páscoa é no domingo, então nos outros dias, a quantidade de chocolate deve ser reduzida (se possível, deixar o chocolate só para o domingo de páscoa!). Além disto, vale lembrar que embora seja feriadão, e um momento de reunir a família, a rotina alimentar é importante! Por isso, seguem mais algumas dicas:

1. Mantenha oferta da alimentação conforme a rotina familiar (refeições completas com bastante salada e com lanches nos intervalos)

2. O chocolate deverá ser apenas um extra, e não a refeição principal! Se possível, faça os ovos em casa com as crianças. Eles adoram! Procure oferecer chocolates com maior teor de cacau (podemos auxiliar as crianças a preferir um sabor menos doce!).

3. Ao invés de bombons comuns, faça uma calda de chocolate amargo e passe sobre frutas!

Lembre-se que tudo na vida é uma questão de equilíbrio.

Ótima Páscoa!

Natália Cristina Zonta CRN10 3295 Nutrição Clinica Nutrição Esportiva Funcional

páscoa; chocolate; alimentação

#alimentaçãodobebê #alimentaçãosaudável #páscoa #chocolate

Featured Posts
Recent Posts