Como reduzir seu impacto negativo no Planeta?

Sabe aquilo que ouvimos no passado em deixar um planeta melhor para as futuras gerações? Pois é, o futuro é agora! Nosso papel deve ser no presente, pois os impactos já estão sendo sentidos e repensar nossos hábitos, consumindo de forma consciente e utilizando com sabedoria os recursos naturais, é um dever de todos nós.

Mas, você deve estar pensando: ok, eu sei que é meu dever, mas a minha vida é muito corrida, não tenho tempo para fazer grandes mudanças. Por isso, trouxemos 4 dicas bem simples que extraímos da Revista Sorria (que por sinal, é ótima, você tem que ler) para lhe ajudar a conviver em harmonia com a natureza:

1. Cuide do seu lixo

O Brasil é o maior gerador de lixo eletrônico da América Latina (que triste dado). Separar os descartáveis eletrônicos e entregá-los nos pontos de coleta é algo super importante. Procure rapidamente na internet quais pontos possuem em sua cidade, e na volta do trabalho, é só dar uma passadinha. Muitos supermercados possuem pontos de coleta, então, é só aproveitar sua ida às compras e contribuir. Ah, sem esquecer da dica: ao invés de comprar, que tal trocar emprestar e compartilhar itens? Isso ajuda a reduzir a produção de lixo.

2. Economize água e luz

Parece banal, mas é sempre bom lembrar:

- identificar e consertar vazamentos em casa

- evitar o uso da mangueira para limpar calçadas

- ligar a máquina de lavar quando houver roupa suficiente para enchê-la

3. Consuma de forma consciente

Saiba de onde vêm os produtos que você consome, escolhendo empresas envolvidas em programas de sustentabilidade e com certificações ambientais.

4. Faça melhores escolhas à mesa

Até 2050, 52% das emissões de gás carbônico na atmosfera serão provenientes da agropecuária. Por isso, a forma como nos alimentamos tem grande impacto no meio ambiente. Optar pelos orgânicos e reduzir o consumo de embalagens, comprando comida a granel, são hábitos saudáveis tanto para o corpo, como para o meio ambiente.

Fonte: Revista Sorria

Adaptações do texto de: Gabriela Portilho

consciência ambiental

#meioambiente #impactonoplaneta #consciênciaambiental

Featured Posts
Recent Posts