5 dicas para ajudar seu filho a se tornar um adulto mais consciente

Como é importante darmos o exemplo aos nossos filhos, não é? Os pequenos aprendem com nossas ações e palavras todos os dias, por isso, caiu por terra aquela velha frase: “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.

Como pais, podemos e devemos passar às crianças a ideia de com pequenas atitudes do dia a dia, grandes mudanças acontecem.

Separamos 5 dicas que ajudarão seu filhote a se tornar um adulto mais consciente e de quebra, vão fazer você pensar em suas próprias atitudes:

  1. Doação de brinquedos: incentive-o a doar os brinquedos que não estão sendo mais usados. Leve-o com você na hora da doação, isso vai fazer com que ele veja desde pequeno a importância do compartilhar.

  2. Plante uma árvore: há muitas cidades no Brasil com projetos de plantio de árvores. As prefeituras também estão se mobilizando para incentivar a população a plantá-las e conservá-las. Pesquise sobre estes projetos e convide seu filho a plantar uma árvore com você. Além de ter o contato com a natureza (que é maravilhoso), você ainda pode ensiná-lo sobre como as árvores são importantes para o Planeta e porque devemos cuidá-las com tanto carinho.

  3. Dia sem carro: que tal fazer um dia na semana ou no mês sem carro? Intitule este dia e passe a ideia para toda a família. Neste dia todo mundo deve andar a pé e conversar sobre essa atitude em prol da nossa saúde e do Planeta.

  4. Visita ao asilo: o lar de idosos, às vezes, remete a um lugar solitário. Mesmo que a família e amigos venham visitar seus familiares, parece que sempre falta uma alegria contagiante. Por isso, unir crianças e idosos é uma ótima ideia, é a certeza de deixar os corações algumas vezes abandonados, mais firmes e fortes. Além de proporcionar alegria e energia aos velhinhos, a criança aprende desde pequena, a importância de respeitar os mais velhos, de zelar por eles e principalmente de dar muito carinho e atenção.

  5. Cozinhando juntos: dividir a cozinha com a criança pode ser um grande estímulo para ela comer melhor. A nutricionista Gabriela Kapim do programa “Socorro! Meu Filho Come Mal”, comenta o seguinte: “Quando alguém não gosta de determinado alimento, um dos artifícios usados pela nutrição é associar a comida a um momento de prazer, de brincadeira e de curtição. Assim, quando o prato aparece na frente, a reação é outra”. Além de estimular uma alimentação mais saudável, cozinhar juntos pode ser uma escola saborosa bem disfarçada: matemática (contagem dos ingredientes); cultura (receitas de diferentes países); higiene (importância da higiene no preparo); organização (cozinhar é uma excelente lição de planejamento); seguir as indicações (disciplina).

Dicas para ajudar seu filho a se tornar um adulto mais consciente

#consciente #dicas #exemplodepai

Featured Posts
Recent Posts